Ser Católico – Ministros de Música: Servos eleitos para o Combate

A Bíblia nos diz que todas as criaturas foram criadas por Deus, para Deus e para o seu Louvor.  E entre os homens e mulheres existe uma categoria que foi criada especialmente para ministrar louvor, e para levar outras pessoas a louvar a Deus. Estes são os ministros de música.

O ministro de música não é aquele que apenas sabe cantar ou tocar algum instrumento e ingressa neste serviço, ele não serve na música por sua exclusiva vontade, ele é eleito por Deus para desempenhar esta missão tão importante.  E ao escolher seus eleitos para o serviço, Deus espera pelo seu sim diário nas mais diversas missões.

De certo, para ser um ministro agradável a Deus, é necessário que o ministro esteja sempre em profunda oração e intimidade com a Palavra divina. Somente assim, o louvor brotará de forma ungida, guiada pelo Espírito Santo.

Entretanto, a parte técnica da música também deve ser observada. Os diversos dons dos ministros são concedidos por Deus e estes devem usados e aprimorados sempre na intenção de agradar ao Pai.  Aí, então, quando a técnica e a oração estão em sintonia, o ministro é capaz de ser um poderoso servo da evangelização.

Quando está em missão, o ministro deve estar sempre atento aos pedidos do Pai e ciente de sua responsabilidade junto à comunidade. Por isso, além de estar em intimidade com o Senhor, ele deve buscar o que há de melhor da música, deve extrair tudo de bom que ela possa oferecer, seja do acorde à letra, e saber utilizá-la adequadamente em todas as circunstâncias.

Acredito que a maioria das pessoas já pôde experimentar uma experiência com Deus através da música. Ela tem um papel fundamental e indiscutível no anúncio de Jesus, pois ela tem o poder de fazer com que as pessoas descubram e até revelem o que há de mais escondido em seus corações, ela é capaz de levar o amor de Jesus àqueles corações tristes, de levar mensagens de Vida Eterna aos desesperançados.

Este é papel do ministro de música: utilizar instrumentos e deixar se conduzir como um instrumento para levar a Palavra de Deus a todos os povos, e tendo a consciência de que o rosto Jesus deve ser visto em cada expressão sua.

A caminhada é grande e bem difícil, é recheada de estudo, muita oração, renúncias e combates constantes. Mas Deus confia plenamente em seus servos eleitos e fornece forças para que a vontade de servir supere todas as adversidades.

Que os ministros de músicas possam ter em mente que todo sacrifício e renúncia são necessários, e nada será desperdiçado, pois tudo é feito Por Amor a Deus, Com o Amor de Deus e Pelo Amor de Deus.

Úrsula Lacerda
Ministério de Música – Comunidade Católica Missionária Filhos da Misericórdia

5 Comentários

  1. Daniele disse:

    Que nós músicos e musicistas possamos ter tudo isso em nossos corações ..

    Perfeita Colocação irmã

  2. Tiaguinho (Filhos da Misericórdia) disse:

    Que belo texto, Su!
    Precisamos muito entender o que é ser um MINISTRO! Ser Ministro é representar JESUS! É uma grande missão, um verdadeiro privilégio!!! Oremos todos pelos ministros de músicas, que sempre vão a frente, abrindo e amolecendo os corações dos fiéis para ouvirem a Palavra do Senhor!!!! Oremos pela fidelidade e testemunho dos que carregam tão grande missão em seus braços, pois sereis perseguidos, judiados, caluniados, mas havereis de ganhar a glória!!!! É bonito ver como o Senhor está modelando este ministério! Continue fiel! Estou sempre aqui.
    Te amo! Bjos, Tiaguinho

  3. tatisaraiva disse:

    Obrigada por essa formação, Sussu! Esse texto é muito bom até pra quem não é ministeriado em música, pois nos leva a entender bem melhor esse ministério.

  4. Duca disse:

    Gostei muito deste texto! Esta é a realidade de um ministeriado de música.

    Parabéns minha linda. Te amo muito!

  5. Que o testemunho diário dos ministros de música possam levar várias pessoas ao céu!!

    Glória a Deus!!

    João.

1 Trackbacks

Deixe um comentário